Tópicos técnicos

O que é segurança cibernética?

Ilustração de itens de TI com foco em um ponto de interrogação

Visão geral

A segurança cibernética é a aplicação de ferramentas, tecnologias, políticas, processos, controles e procedimentos na proteção ou recuperação de redes, dispositivos, sistemas e aplicativos contra ataques digitais. Os ataques digitais têm como objetivo acessar, destruir e alterar dados confidenciais, interromper fluxos de trabalho e extorquir dinheiro.

Os criminosos cibernéticos implantam uma ampla gama de tipos de ataque contra organizações e indivíduos para comprometer a confidencialidade, a integridade e a disponibilidade dos dados.

  • Os ataques à confidencialidade são projetados para roubar informações confidenciais, como PII.
  • Os ataques à integridade têm o objetivo de sabotar as operações e causar danos à reputação.
  • Os ataques à disponibilidade visam a impedir que os usuários acessem os dados.

Em nível individual, um ataque pode ser o precursor do roubo de identidade, da extorsão e da perda de dados insubstituíveis, como fotos de família. No nível da organização, um ataque cibernético pode resultar em perda de dados, interrupção das operações, pedidos de resgate, espionagem industrial, censura do órgão regulador e perda de reputação.

Uma abordagem integrada e automatizada da segurança cibernética e dos resultados da resiliência c ibernética acelera a detecção, a correção e a investigação de ameaças cibernéticas.

Avaliação da segurança cibernética

Essa avaliação foi criada para ajudá-lo a identificar lacunas na sua postura de segurança cibernética para que você possa entender como priorizá-las para a sua empresa. Depois de concluir a avaliação, você poderá visualizar um relatório completo que inclui sua pontuação por área de avaliação, como ela se compara à média global (e por setor) e estratégias para reforçar sua resiliência cibernética.

Saiba mais

Segurança cibernética

Por que a segurança cibernética é importante?

Por que precisamos de segurança cibernética? A importância da segurança cibernética é impulsionada principalmente pelos seguintes fatores.

Ataques cada vez mais sofisticados

Os ataques estão ficando cada vez mais sofisticados. O DDoS (Distributed Denial of Service), o ransomware, as ameaças persistentes avançadas e o hacking patrocinado pelo Estado tornaram o cenário de ameaças mais perigoso.

Ferramentas de hacking amplamente disponíveis

Não é mais necessário ser um super geek com anos de experiência em programação para realizar um ataque cibernético debilitante. As ferramentas e as táticas estão disponíveis on-line gratuitamente. Seu atacante cibernético hoje pode muito bem ser alguém com habilidades digitais limitadas.

Conformidade

Regulamentos como o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) exigem que as organizações implementem medidas de segurança para proteger informações confidenciais. O não cumprimento pode resultar em multas substanciais e ações judiciais.

Aumento do custo das violações

As multas e a perda de negócios são apenas um aspecto do crescente custo financeiro das violações de segurança. Há também despesas associadas à contenção do impacto, à recuperação de desastres, ao fechamento de brechas, à aquisição de novos sistemas de segurança e à reparação da reputação da organização.

Preocupação estratégica, em nível de diretoria

Um estudo de 2019 sobre os 10 principais riscos enfrentados pelas empresas classificou os incidentes cibernéticos como o número um. Isso é ainda mais agravado pela série de novas regulamentações que incumbem os conselhos e a gerência sênior de conduzir o gerenciamento de riscos cibernéticos.

O crime cibernético é um grande negócio

Os ataques cibernéticos podem ter motivações sociais, éticas ou políticas. No entanto, a grande maioria é motivada por intenções financeiras. O crime cibernético é um setor multibilionário.

Quais são os desafios da segurança cibernética?

O Internet of Things (IoT)

A Internet não é mais uma rede composta apenas por roteadores, switches, servidores, computadores e impressoras. Ela está rapidamente dando lugar à IoT. Diversos dispositivos eletrônicos e elétricos são habilitados para a Internet, incluindo geladeiras, televisores, câmeras, veículos motorizados, máquinas de lavar e lâmpadas.

Embora a IoT tenha criado inúmeras oportunidades de conexão, ela também introduziu lacunas de escala e número sem precedentes. Há muito mais pontos de entrada em potencial para ataques. Os criminosos cibernéticos podem assumir o controle de milhares desses dispositivos para desencadear um ataque DDoS.

Riscos em rápida evolução

A tecnologia da informação é, sem dúvida, o setor que evolui mais rapidamente no mundo. Uma tecnologia que era de última geração há cinco anos pode estar à beira da obsolescência hoje. Com as novas tecnologias, surgem novos perigos e novas avenidas de ataque, o que torna desafiador para as organizações manter o ritmo e atualizar suas práticas de acordo. Isso é especialmente verdadeiro para organizações menores que não têm o luxo de contar com grandes equipes de TI, segurança e conformidade.

Coleta de grandes quantidades de dados confidenciais

As organizações capturam, processam e armazenam enormes quantidades de informações confidenciais dos usuários, uma parte significativa das quais pode ser considerada sensível. Até mesmo as pequenas empresas podem ficar de posse de milhares de registros de clientes em apenas alguns meses.

Com mais informações em suas mãos, o risco de um criminoso cibernético roubar os dados é uma preocupação sempre presente.

Grupos de hackers organizados e patrocinados pelo Estado

Os ataques cibernéticos não são mais exclusividade de um indivíduo experiente em computadores, que ataca as defesas cibernéticas de uma empresa confinado em um porão escuro. Os agentes das ameaças atuais são mais sistemáticos e organizados, variando de grupos de defesa, como o Anonymous, a departamentos governamentais inteiros dedicados à ciberespionagem, à guerra cibernética e ao ciberterrorismo.

Trabalho remoto

A pandemia de COVID-19 acelerou a normalização do trabalho remoto, demonstrando que muitos trabalhos não precisam ser realizados no escritório de uma organização. Mas o trabalho remoto traz riscos cibernéticos.

Os funcionários que usam WiFi público enquanto viajam podem se conectar a um ponto de acesso desonesto e expor informações confidenciais da empresa a criminosos. Trabalhar fora dos limites do escritório também aumenta o risco de espionagem e roubo de dispositivos.

Internet de alta velocidade

Há décadas, a Internet permite a troca de dados em tempo real. A largura de banda cresceu drasticamente ao longo dos anos e a Internet de alta velocidade é amplamente acessível, possibilitando que agentes desonestos façam upload de grandes quantidades de dados em minutos.

Traga seu próprio dispositivo (BYOD)

As políticas de BYOD reduzem o custo de aquisição de dispositivos de propriedade da organização. No entanto, esses mesmos dispositivos podem ser um ponto fraco que introduz malware na organização. E o BYOD pode não estar sujeito ao mesmo grau de supervisão e controle que os dispositivos de propriedade da empresa.

Como gerenciar a segurança cibernética

São necessárias várias estratégias, técnicas, ferramentas, tecnologias, práticas e serviços para combater os ataques cibernéticos. A seguir estão alguns dos pilares mais importantes da segurança cibernética.

Compromisso da liderança

A segurança cibernética deve ter uma adesão evidente no mais alto nível da organização. Os funcionários estarão comprometidos com causas que tenham o apoio explícito da gerência sênior e da diretoria.

Avaliações de risco regulares

As avaliações regulares de riscos cibernéticos ajudam a identificar e avaliar as ameaças, além de determinar se os controles em vigor são adequados. É um meio econômico e eficiente de proteger proativamente seus ativos digitais.

Gerenciamento de senhas

Desenvolva políticas e programas de conscientização que garantam que os usuários criem senhas difíceis de prever. As senhas padrão devem ser alteradas antes que um aplicativo ou dispositivo seja implantado no ambiente de produção.

Cultura robusta de segurança cibernética

A maioria dos ataques cibernéticos se baseia em vulnerabilidades causadas por erro humano. Senhas fracas, e-mails de phishing, ligações fraudulentas e anexos com malware dependem das ações de um usuário. Os invasores utilizam esses recursos para induzir os funcionários a abrir uma porta para o acesso não autorizado.

Todos os funcionários devem reconhecer sua responsabilidade como a primeira linha de defesa na proteção dos ativos digitais da organização contra ataques cibernéticos. Isso deve ser reforçado por meio de treinamento regular. A segurança cibernética deve ser integrada aos valores e à visão da empresa. Além disso, deve haver incentivos e recompensas para os funcionários que adotam o comportamento correto de segurança cibernética.

Soluções integradas de segurança de rede e aplicativos

Os melhores serviços de software de segurança empresarial trabalham em várias camadas para criar uma defesa sólida contra ameaças cibernéticas.

Muitas vezes, uma organização precisará de vários aplicativos e soluções de segurança de rede para realizar o trabalho, desde sistemas de prevenção de intrusão até software antivírus. Historicamente, essas soluções eram implantadas em uma postura reativa e isolada que se mostrava ineficaz, cara e complicada. Os invasores podiam explorar as lacunas.

Para ter uma verdadeira visibilidade de ponta a ponta do cenário de ameaças, os aplicativos e as soluções de segurança de rede devem ser integrados para evitar que algo passe despercebido.

Faça parceria com uma empresa dedicada à defesa cibernética

As complexidades dos perigos cibernéticos que evoluem rapidamente podem ser desafiadoras e consumir muito tempo de uma empresa comum. A parceria com uma empresa de defesa cibernética dedicada, como a OpenText , permite que você aproveite o melhor conhecimento e experiência em segurança cibernética disponíveis.

Uma empresa de defesa cibernética pode ajudar a inserir a segurança cibernética na estrutura de uma organização e implementar as soluções mais adequadas. Armado com software de resiliência cibernética comprovado e ferramentas de segurança empresarial, um provedor de soluções de segurança cibernética dedicado pode manter sua segurança robusta.

Mitigação do risco de segurança cibernética

No mundo profundamente interconectado de hoje, todos podem se beneficiar da segurança cibernética. Um programa de segurança cibernética bem-sucedido oferece defesa em profundidade. Isso significa várias camadas de proteção que abrangem redes, servidores, dispositivos, aplicativos, bancos de dados e dados.

Não há garantias de que mesmo as estratégias mais elaboradas manterão sua organização imune a ataques. No entanto, tomar as medidas corretas minimizará substancialmente as chances, dificultando o avanço dos criminosos cibernéticos. Ao identificar novas vulnerabilidades, implementar ferramentas de segurança cibernética e educar os usuários, a segurança cibernética torna o ambiente digital mais seguro para todos.

OpenText Soluções de segurança cibernética

OpenText fornece uma transformação digital abrangente que aborda a resiliência cibernética e exige a integração da segurança cibernética em todo o ciclo de vida da empresa - para proteger os negócios, detectar alterações na superfície de risco e desenvolver sua capacidade de lidar com novas ameaças.

Proteger

Uma boa estratégia de segurança cibernética protege seus sistemas, seus aplicativos e seus dados. É preciso garantir que somente usuários autorizados possam acessar seus sistemas e que você possa rastreá-los onde quer que estejam por meio de um forte gerenciamento de acesso de identidade. Você também precisa ser capaz de detectar vulnerabilidades em seus aplicativos , encontrando quaisquer pontos fracos que possam ser explorados. Por fim, a privacidade de seus dados - informações sobre seus clientes, seus funcionários e a propriedade intelectual de sua organização - deve ser protegida com os mais altos níveis de segurança.

Detectar

A segunda parte de uma boa estratégia de segurança cibernética é detectar quando alguém está tentando agir de forma maliciosa contra você. Isso pode ser muito desafiador à medida que os malfeitores se tornam mais sofisticados e trabalham de forma mais secreta para violar seu ambiente. Além disso, essas ameaças avançadas não se limitam ao exterior. Algumas violações começam dentro da organização. Os malfeitores podem estar roubando ou destruindo dados e até mesmo danificando os próprios sistemas sem que ninguém saiba.

Para detectar adequadamente os riscos à segurança, as empresas precisam entender quais dados possuem e onde eles residem. O mapeamento de seus dados permite que você compreenda sua importância, governe-os de acordo com as exigências regulamentares aplicáveis e minimize o risco de não conformidade, roubo e outros.

Também é útil para as equipes de segurança entender o comportamento individual dos usuários. Quando você entende quais são as ações "normais" de alguém no sistema, é mais fácil identificar comportamentos que não atendem aos padrões e que podem estar colocando a empresa em risco.

Um dos motivos pelos quais as equipes de segurança têm dificuldades com a detecção é que muitas soluções geram tantos dados que criam "falsos positivos". De fato, são gerados tantos dados que muitas vezes é difícil determinar o que é uma ameaça real. Os SOCs simplesmente não têm tempo para analisar cada alerta individualmente e avaliar o risco. É por isso que qualquer boa solução terá a capacidade de avaliar e automatizar as respostas e, em seguida, elevar os alertas de alto risco para a equipe de segurança para que sejam tomadas providências.

Evoluir

Um componente importante da resiliência cibernética e da segurança cibernética é a capacidade de adaptar e desenvolver sua postura de segurança para se manter à frente das ameaças. Os hackers estão constantemente encontrando novas maneiras de explorar vulnerabilidades. Eles sabem que, eventualmente, haverá uma correção para o que funcionou ontem, portanto, estão sempre tentando descobrir o que funcionará amanhã. Uma organização com resiliência cibernética antecipará os novos vetores de ataque por meio da modelagem de ameaças e trabalhará para defendê-los antes mesmo que se tornem uma vulnerabilidade.

Para evoluir, é necessário ter a capacidade de implantar e integrar rapidamente serviços novos e existentes, tanto no local quanto na nuvem. Também requer acesso à propriedade intelectual e às práticas recomendadas do setor - de preferência, incorporadas aos produtos e ferramentas que estão sendo usados para segurança. E isso envolve a capacidade de correlacionar rapidamente os dados usando modelos matemáticos e aprendizado de máquina para que você possa tomar decisões orientadas por dados.

Inteligência artificial e aprendizado de máquina

A inteligência artificial e o aprendizado de máquina (IA/ML) são importantes contribuintes para a segurança cibernética eficaz. Com as montanhas de dados geradas pelas soluções de segurança, o uso de sistemas que podem analisar comportamentos e riscos e automatizar a resposta pode aumentar significativamente a capacidade de uma organização de se adaptar de forma inteligente a vulnerabilidades e ataques.

Segurança de dados

Garantir a segurança dos dados é um componente primordial da segurança cibernética e da resiliência cibernética. Isso inclui dados em formatos estruturados e não estruturados. Você precisa ser capaz de analisar os dados que possui, bem como obter insights importantes para que possa manter a conformidade com a privacidade e outras normas governamentais.

Segurança de aplicativos

A segurança dos aplicativos começa no processo de desenvolvimento de aplicativos. Os testes precisam ser dimensionáveis, flexíveis para serem realizados no local ou sob demanda e integrados ao seu DevOps. Ele deve incluir processos amigáveis ao desenvolvedor e o código deve ser facilmente navegável.

Gerenciamento de identidade e acesso

O gerenciamento de identidade e acesso é a capacidade de gerenciar "quem" (funcionários, clientes) e "o que" (dispositivos, serviços) acessa seus sistemas e dados. Ele permite que você desenvolva identidades confiáveis com o nível certo de acesso. Conhecer os padrões normais dessas identidades facilita a identificação quando surgem padrões anormais.

Operações de segurança

As soluções de operações de segurança precisam aumentar a produtividade dos recursos, especialmente considerando a atual escassez de talentos em segurança. Os sistemas de orquestração, automação e resposta de segurança (SOAR) e os sistemas de gerenciamento de eventos e informações de segurança (SIEM) são dois aspectos importantes das operações de segurança produtivas.

Segurança cibernética

Comece hoje mesmo.

Entre em contato conosco

Notas de rodapé

OpenText rodapé